Seja bem vindo! Confira as matérias mais recentes mais abaixo rolando a página. Confira em nossos arquivos outras imagens e assuntos pela barra lateral a direita. Obrigado.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

QUE O CAVALO RAMPANTE VENÇA ao Touro Vermelho

Não sou Tifosi... mas torço pelo esporte, torço pelo MELHOR!
nota: para não deixar a mingua, ao final, uma foto de minis. Rtimo de publicação voltará ao normal.



Depois de pouco mais de 30 dias em viagem, ainda me sinto como se não tivesse pousado. Meu reencontro com a rotina faz-se paulatinamente. Aí reside também a justificativa de poucas postagens.
Indo direto para a pauta de hoje, não sei se expressar seria a palavra adequada, e sim 'manifesto de expectativa e apreensão'.
Restam 3 dias para o mundo ter o novo (tri)campeão mundial de F1. Apesar da imagem acima, de meu sangue conter em sua composição a natureza italiana, de gostar do Ferrari, não sou um Tifosi. Não há dúvida de que um dos motivos a ter me tornado um aficcionado pelo esporte a motor, e nele a F1 como ápice, é o fato de torcer pela vitória sem bairrismo, sem um viés que deturpe os valores verdadeiros e fira a ética. Essa deveria ser a primícia de todo esporte...mas infelizmente... não é assim. E assim restam poucos (ou quase nenhum). Me deliciei com a última olimpíada de inverno, com a patinação no gelo, com a luta pela superação, que mesmo quando não leva a vitória tem em sí a vitória. A lógica do esporte é premiar aquele que mais se dedica, se prepara e se esforça para estar no topo, aquele que se apresenta com mais carater e saber jogar o jogo. O verdadeiro esporte não precisa de juiz, pois a retidão daqueles que participam sabem do resultado a que tem direito.
Há 3 dias do resultado da categoria Mor do esporte a motor, fico apreensivo por estar entre o resultado que justifique a Glória e o resultado que justifique o Distorcido.
É sabido de quem acompanha este blog que o Vet não tem minha simpatia (entenda apenas quanto a sua performance de piloto). Poderia descreve-lo como aquele piloto como um Ralf que deu certo. Nessa semantica, não dá para compor com Berger,Alesi, Irvine, Frentzen, Butsen... porque esses não foram carregados pelo suporte do Sponsor.
Para um brasileiro entender isso, penso que é bem fácil. Basta lembrar o caso Piquet e Mansell... com o grande momento da revelação de como haviam preferencias, de quando do GP da Inglaterra, em que Mansell venceu com o carro que Piquet testara no Warm-up e simplesmente não fazia tempo.
A F1 já viveu momentos como esse... como quando Peterson NÃO deveria vencer pois o contrato com Andretti (o grande Mário) resguardava esse direito a esse. Peterson...ultrapassava Mário e lhe entregava a posição na reta mostrando que não vencia porque não queria.
Não se questiona a velocidade de Vet, assim como Peterson (que tem minha simpatia) era um piloto rápido, mas que não tinha as qualidades necessárias para ser campeão... e por isso foi apenas vice de Stewart...
Será muito triste ver a seleta galeria dos pilotos tri campeões, se não manchada, ao menos desqualificada. Sim, porque nessa galeria, que contém:
Niki Lauda
Nelson Piquet
Ayrton Senna
Jack Brabham
Jackie Stewart
não pode se dizer que tiveram alguma vitória em benefício de ordem do chefe de equipe para que seu companheiro 'não o ultrapassasse'.
"Annn....Alonso também já se beneficiou de não ser ultrapassado pelo companheiro de equipe a mando da própria", manifestarão os Vettetes! Sim, é verdade, mas suas vitórias, conquistas, não estão firmadas sobre essa vertente. Seu conteúdo como piloto está muito acima de um Vettel. Não há dúvida de que hoje Fernando é o maior piloto da categoria em atividade, visto estar onde está com o equipamento que tem. E detalhe, lembram-se sobre quem conquistou o Bi-campeonato? e com que equipamento?
A ultima pérola solta pelo Vettel durante a prova fazendo referencia a ultrapassagem foi ridícula. Um menino mimado...desesperado... que se fora da pista pode ser uma entidade religiosa, dentro dela é um poço de arrogância, justamente porque lhe faltam atributos que torne legitima suas conquistas. Ainda está muito cedo para ele querer começar a espremer os adversários no muro ou na pista, como faz o seu ídolo!
É difícil assistir o evento na TV aberta e escutar as bobagens que o narrador que 'ha 30 anos acompanha a F1 (né Reginaldo, estamos juntos a um tempão)... e pior ainda pelo canal fechado com dupla que dá sono... que cometem a gafe (também) de torcer ao invés de cumprir seu papel jornalistico de narrar e informar.

Neste domingo, mais do que a disputa pelo tri campeonato está a disputa entre o esporte e o marketing. A disputa entre aquele que soube jogar o jogo... e aquele que usou de influência para se dar bem no jogo.

Para quem gosta de se render a força da mídia e tal... dar glória aos falsos deuses... deixarei 2 links de um outro blog, o História Que Vivemos. Esses links retratam pelas imagens postadas como de fato o 'sistema', a mídia, os interesses exclusos, trabalham e de fato se importam com 'você', louco por automobilismo. As duas postagens, juntas, dão mostras do que de fato foram feito os grandes nomes da categoria, e do que atualmente representamos para o corpo da cartolagem:

http://ruiamaraljr.blogspot.com.br/2011/07/toda-beleza-da-formula-um.html

http://ruiamaraljr.blogspot.com.br/2012/04/vergonha.html

E para finalizar, um 'tiro para matar dois coelhos'. Uma foto das minis JULIO, na posição que o meu pudor e respeito para com você leitor não me permitiu fazer. É nessa pose e curvado que reverencio o virtual tri do vettel. (agradecimento aos 'meus companheiros opalinhas que aceitaram se dispor para a foto).



Foto: miniatura JULIO. Da esquerda para a direita:
Sedan 74 luxo, cupê comodoro 80, cupê comodoro 87

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores