Seja bem vindo! Confira as matérias mais recentes mais abaixo rolando a página. Confira em nossos arquivos outras imagens e assuntos pela barra lateral a direita. Obrigado.

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Formula 1 e o Embraer 190

Alfa parte para Novos Rumos...Novos Voos...

Embraer 190 - Foto Embraer E-Jets
Olá, passaram-se alguns dias desde o último artigo, pois de fato o tempo, sempre "ele", acaba por nos sequestrar. Para aqueles que acompanham este espaço desde o seu início talvez devam estranhar ver 'asas' por aqui. De fato, a alfa iniciou suas atividades totalmente voltada para os veículos de 4 rodas, mas é sabido, por alguns que as raízes da alfa remontam nos 'aviõezinhos'. Como boa parte dos plastimodelistas de minha geração e anterior. Particularmente, minha paixão pelos céus sempre foi forte e automóveis são uma extensão terrena desta paixão.
De forma que, diante da possibilidade de agora poder ingressar um produto desta outra categoria à já existente lista da alfa não foi necessário uma avaliação. Ao contrário, é com uma imensa satisfação que enfim  a alfa possa também vir a oferecer um produto deste gênero.
Mas..nem tudo são flores. A, já cheia, agenda de produção e projetos da alfa forçou-se a ceder um espaço para tal empreendimento. E não foi pouco espaço. Como de praxe, a dedicação à pesquisa tem sido laborioso e longa, ainda que não tao dificultosa, dado a grande ferramenta que é a internet hoje. Longe parece estar os tempos em que cada novo trabalho significava a onerosa e também difícil tarefa de adquirir livros e publicações que viessem a servir de material de apoio e referencia. 
Assim, a peregrinação pela web e garimpo por imagens vem constituindo esse trabalho inicial juntamente com as definições de opções de apresentação da miniatura.


Diante do material adquirido, de imediato, as duas primeiras versões serão a da Cia. Azul e da Virgin.
Para refrescar a memória ou mesmo dar conhecimento a quem ainda não sabe, mas, a Virgin em questão é a mesma que participou da Formula 1 recentemente. O seu então proprietário pode ser visto em algumas transmissões, nos boxes da equipe, figura que mais parecia um guitarrista de banda de rock.
Ademais a competividade da equipe e de seu carro, o padrão de pintura da aeronave é muito bonito, com detalhes sutis que sem duvida constitui o modelo pitorescamente. Detalhes esse como o simbolo de uma 'pin-up' no nariz de cada avião sob o nome de batismo. 
Engrossando o universo de Racing Tean e Cia.Aerea, há ainda a Cia. do tri-campeão Niki Lauda, a NIKI air, que como todos sabem, apos parar de correr a primeira vez, Niki fundara a Lauda Air, e disseram as más linguas na época que ele teria voltado as pistas por questões financeiras, porém, se foi por isso, de quebra levou mais um título, o de 1984.
De posse do material, o procedimento agora é desenhar as decais... e acertar as cores da arte com a configuração da impressora, outra tarefa estafante. como mostro na figura abaixo. Cada linha da tabela de cores foi uma impressão de teste. E a cada teste, uma nova mistura de cor até chegar-se na impressão correta em relação a mostrada no monitor. Além disso, o próprio desenho de cada item da decal, acertar a escala, posicionamento...

Abaixo, algumas imagens do teste de impressão e ajuste feito em papel e conferido na peça copia. Na imagem, a primeira copia em resina. A asa já está com o winglet colado, também em checagem de ajuste e com o rebaixo para receber um 'clear' da luz de navegação. Sob a peça, as impressões de teste de cor.


 Como o processo de impressão não imprime a cor branca (apenas no processo serigráfico é possível), a necessidade de imprimir o fundo para cores claras sob pintura escura, caso este do mapa-logo Azul que vai na deriva.
 Detalhe da porta. A Azul apresenta duas variantes para a denominação de sua companhia nas aeronaves. Uma é 'Linhas Aéreas Brasileiras' a outra é 'Brazilian Air Lines'.

Em breve, o resultado deste projeto, juntamente com o Maverick Crusch do Nelson Piquet / Paulo Guaraciaba e duas outras miniaturas que estão sendo preparadas em caráter surpresa, serão mostradas aqui no blog.
Fãs de Opala e Maverick ...
...aguardem.



4 comentários:

  1. Seria um deles o opala do Ingo? Estou ansioso pelo mesmo.
    Sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Evandro, rs...sei o quanto o aguarda..e de fato espero lançar no minimo 2 opalas do Ingo já este ano, além do Brasilia Divisão 3. Estou preparando o chassi do stock carenado e fazendo paineis dos opalas para poder fazer copias, pois até o momento tenho feito um a um e isso sacrifica a produção. Claro que isto devido a demanda de pedidos e que me põem a usar desse artificio emergencial mas que precisa ser superado o quanto antes. Igualmente o trabalho de desenhar decais, como explico na postagem de 28/01/13, é de caracteristica meticulosa, pela alfa. A alfa não inventa nem chuta no escuro (salvo uma excepcional situação em que não haja referencias nenuma, nenhum registro no mundo). O trabalho é incansável e quase paranoico e obsessivo (como exemplo aqui registrado está o tyrrell que recebeu 'funilaria' depois de pronto, para que suas linhas fossem corrigidas, trabalho que nenhuma outra empresa é capaz de fazer ou tenha feito com algum produto no seguimento do modelismo).
      Claro que somos limitados, tanto tecnologicamente, capacidade de produção e reprodução além do que sempre o custo se mostra como o grande vilão também visto que sempre que algo precisa ser desenvolvido para miniaturas as empresas superfaturam os valores por tratar-se de algo que configura hobby e voltado a aficcionados que também sugerem possuir alto poder aquisitivo. Como consumidor também, acabo por não aceitar ser extorquido.
      abraço
      obrigado pela participação.

      Excluir
  2. Saudações. Estou impressionado com o trabalho, muito bom! Qual é a escala deste embraer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Douglas, esse emb tem escala 1:144 (se eu não me engano...rs...), veja, aqui tem um link para mais dois artigos dele...e esta grifado a escala 1;144 (ate porque meu plano é fazer também o Electra, o DC-3 e o 727...esses, vou partir de kits ja adquiridos, para confeccionar os mesmos...mas tudo dependerá da receptividade. O plano para este avião era voltado como maquete, não como modelo, porem, acabem fazendo uma asa mais voltada para miniatura do que maquete, digo pela fragilidade, quanto a peça ficar exposta a local/pessoas que não interpretam tal peça dessa forma. Tenho ideia de confeccionar uma asa mais robusta voltada pra uma peça de exposição publica. Vamos ver.
      Nos outros links, tem detalhes do desenvolvimento do modelo a partir de um pedaço de madeira. veja aqui:
      http://alfaminiatures.blogspot.com.br/2013/01/alfa-ganha-asas.html

      neste outro link, voce acessa a materia acima e uma outra..:
      http://alfaminiatures.blogspot.com.br/search/label/1%3A144

      caso queira contatar-me por email para mais outras informações, fique a vontade
      vendoesentindo@gmail.com

      abraço
      Julio

      Excluir

Seguidores